X
Bolsa, Investimentos

Saul Sabbá e os papéis de telefonia nos anos 80

20 de maio de 2015 0

old-school-phone-1519364-1280x960Nos anos 80, Saul Sabbá montou, com o amigo João Neto – na época dono da Máxima Consultoria –, uma nova corretora. A Máxima Corretora ostentou uma história de grande sucesso no mercado de balcão, focada nas ações de utilities, papéis de empresas prestadoras de serviços públicos, como as telefônicas e as concessionárias de energia elétrica.

Saul Sabbá comprou, por exemplo, papéis da Telebrás quando cada ação valia apenas US$ 1,00, três anos antes de a empresa passar a ser negociada na Bolsa de Valores.

Ele sempre participava das reuniões da Abamec (Associação Brasileira de Mercado de Capitais), nas quais tentava mostrar que aquela ação tinha valor. Preparava estudos técnicos de ações de telefonia e mostrava aos analistas e investidores o potencial das utilities . “Nós estávamos tentando criar um mercado para aquelas ações, até então inexistente”, relembra Sabbá.

Para comprar ações das empresas de telefonia mesmo antes de elas serem negociadas no mercado de balcão organizado, Sabbá tinha de recorrer ao mercado secundário de linhas telefônicas. As ações das companhias estavam vinculadas às linhas compradas pelos assinantes, que as vendiam para os que trabalhavam com negociações de linhas telefônicas – na época bem disputadas nas grandes cidades.

“Compravam-se linhas para revender e elas vinham junto com as ações, para as quais não se dava o devido valor”, lembra Sabbá.

O quer era ignorado por alguns, era ouro para outros.  Os estudos técnicos de Saul Sabbá mostravam que ali havia uma grande oportunidade, que essas ações gerariam amplos ganhos no futuro para os que soubessem esperar o investimento amadurecer.

Confira também vídeo no qual Saul Sabbá fala sobre as tendências de mercado para 2015

Leia também:

Um passeio pela história de Saul Dutra Sabbá 

Saul Sabbá relembra atuação com fundos incentivados 

Saul Sabbá – um visionário do mercado de ações 

Fique por dentro das redes sociais de Saul Sabbá

Facebook Saul Sabbá

Twitter Saul Sabbá

Comentários

Comentários

Existem 0 comentários

Deixe uma resposta